Blog do Rio Vermelho, a voz do bairro

domingo, 1 de fevereiro de 2015

A diversidade é a regra na Festa de Iemanjá

A diversidade é a regra na Festa de IemanjáO Bahia Notícias publicou um roteiro das festas privadas que acontecerão em homenagem a Rainha do Mar.

Confira na íntegra.

Movimentação na Praia de Santana começou cedo

Movimentação na Praia de Santana começou cedo
Movimentação na Praia de Santana começou cedo
Movimentação na Praia de Santana começou cedo

Muito gente aproveitando o domingo para antecipar as homenagens a Iemanjá com festa na areia e entrega de oferendas.

Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo

Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo A velha guarda do bairro manteve a tradição e se reuniu o Bar do Manu, comemorando os 15 anos do Bloco Geração Jovem Guarda, que se concentra, esquenta, mais não sai. A turma prefere mesmo saborear uma cervejinha gelada ao som da batucada e entre um gole e outro colocar o papo em dia. O desfile pelas ruas do bairro é apenas um detalhe que vai se prorrogando, quem sabe  no próximo ano não acontece? Promessa é que não falta de que no ano que vem tem mais.

Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo
Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo Geração Jovem Guarda 15 anos no mesmo ritmo

sábado, 31 de janeiro de 2015

A Feira da discórdia

A Feira da discórdiaUma feira instalada ocupando canteiros e toda a praça da Rua Fonte do Boi, no Rio Vermelho, resultou, como não poderia deixar de ser, em descontentamento de moradores e comerciantes da área que sequer foram consultados sobre a conveniência do evento simultâneo aos Festejos de Iemenjá que já atraem milhares de pessoas para o bairro.

A Feira da Cidade considerada sucesso de público e critica, inclusive já foi realizada no bairro com uma boa aceitação e grande movimentação, dessa vez não agradou. Além de danificar toda a praça com as barracas armadas inclusive sobre os canteiros, o local é muito apertado o que  prejudica a circulação das pessoas, que quase não conseguem se movimentar direito entre uma barraca e outra. Mas nessa cidade as coisas são assim mesmo, se autoriza e pronto!

A Feira da discórdiaA Feira da discórdia
A Feira da discórdiaA Feira da discórdiaA Feira da discórdia

Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura

Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraConstrução de uma praça esportiva na parte dos fundos do Mercado do Peixe, na Mariquita, para acabar com o tráfico de drogas no local, cobertura do Canal, recuperação das Praças do Pau Brasil (ao lado do Colégio Manoel Devoto) da que fica ao lado da Igreja Santana, e a do Morro das Vivendas. Requalificação do Largo da Mariquita, melhoria de toda a iluminação pública do bairro, melhoria da limpeza pública, posto de coleta de lixo reciclável, quadra de esporte no terreno baldio da Rua Francisco Rosa, equipamento de ginástica em praças, construção de rotatória na Rua Francisco Rosa, próximo a Faculdade Ruy Barbosa, micro-ônibus para acesso ao Morro das Vivendas, climatização pra a Escola Municipal Oswaldo Cruz, posto e saúde 24h.

Esses foram as principais demandas apresentadas pelos moradores que compareceram à reunião promovida na tarde deste sábado(31) pela prefeitura, na Escola Municipal Oswaldo Cruz, dentro do programa, “Ouvindo o Nosso Bairro”. Dos pontos assinalados como prioritários, a prefeitura vai definir quais os que poderão ser executados. Além de preencher um questionário individual, onde cada pessoa pode selecionar 10 serviços considerados necessários no bairro, os participantes se reuniram em grupos e destacaram as sete opções consideradas consensuais. Agora é esperar prá ver o que vai acontecer. Os que participaram puderam  defender as intervenções que desejam ver no local onde mora e alimentam a esperança de que poderão e serão beneficiados, caso a prefeitura resolva mesmo fazer os serviços elencados. Quem não foi vai continuar reclamando.

Um ponto a destacar sem dúvida foi o calor insuportável na sala onde realizou-se o evento, todos puderam comprovar in loco o que alunos e professores passam no período escolar. Situação que requer uma solução urgente por parte da prefeitura e foi uma das prioridades assinaladas pelos moradores que compareceram à reunião.

Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraMoradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura
Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraMoradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura
Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraMoradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura
Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraMoradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura
Moradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeituraMoradores definem serviços que devem ser realizados no bairro pela prefeitura

Domingo é dia de Banho a Fantasia no Rio Vermelho

Domingo é dia de Banho a Fantasia no Rio Vermelho Acontece no Rio Vermelho neste domingo, por volta das 13h, o tradicional banho a fantasia realizado sempre 15 dias antes do Carnaval e que sai da Vila Matos, segue pela Rua da Paciência e retorna pela João Gomes em direção a Praia da Sereia onde a galera se refresca depois de pular e cantar debaixo do sol escaldante do verão de Salvador.

Manifestação frequente na capital baiana o Banho à Fantasia onde as pessoas se fantasiam com roupas feitas em papel crepom colorido e desfilam cantando e dançando atrás de uma batucada, até a praia onde se banham com roupa e tudo, desapareceu do calendário de festas, restando apenas a do Rio Vermelho organizado pelos moradores da Vila Matos e Alto de Ondina e que se mantem pela obstinada persistência de alguns moradores, destacando-se Luciana Cruz, filha do mestre Cacau do Pandeiro, que faz uma verdadeira peregrinação pelos órgãos públicos para conseguir patrocínio e colocar literalmente o bloco na rua.

O historiador Gildásio Freitas, ex-morador da Vila Matos, lembra que O Banho à fantasia é remanescente do tempo em que os festejos em louvor a Nossa Senhora Santana se destacavam no ciclo das festas de largo e foi a melhor maneira que os moradores da Vila Matos encontraram para contribuir com o brilhantismo da festa, saindo sempre 15 dias antes do Carnaval, no domingo em que também era a data que à tarde saia o “Bando Anunciador dos Festejos do Rio Vermelho,” com seus belos carros alegóricos.

O Bando Anunciador do Festejos do Rio Vermelho acabou, mas o Banho à Fantasia se mantem e chega aos 75 anos puxado pelo Bloco Lero-Lero, que é oriundo dos Blocos Jaraguá e rei Zulu fundados por Aloísio, o “Velho Monarca”, ainda na década de 30 e que o mestre Cacau do Pandeiro, deu seguimento .

Este ano o Banho à Fantasia presta homenagem a João Boy(foto), artista que além de ajudar a botar o bloco na rua chama atenção com as belas fantasias com que sempre se apresenta no desfile.

Atenção, camisas do Bloco Amigos do Rio Vermelho já estão se esgotando, corra logo para garantir a sua!

Atenção, camisas do Bloco Amigos do Rio Vermelho já estão se esgotando, corra logo para garantir a sua! Atenção moradores e amigos do Rio Vermelho a Amarv faz a última convocação para os foliões: as Das 15h às 17h, no mesmo local da concentração a galera curte o show da Banda Bailinho de Quinta. As camisas estão à venda e custam R$ 30,00. Podem ser encontradas no Bar de Bahia, na Rua do Canal e no restaurante Sabor de Casa.

As camisas para o bloco mais animado da Festa de Iemanjá já estão se esgotando, corra logo para garantir a sua. Este ano o bloco vai desfilar nas ruas próximas à Praça Brigadeiro Farias Rocha (antigo final de linha do bairro, em frente ao restaurante Sabor de Casa) e o balaio com os presentes será entregue na prainha que fica no final da Rua Fonte do Boi, às 15h. A concentração começa às 11 horas e serão distribuídas três mil latinhas de cerveja para os integrantes do bloco durante o desfile.

Mais informações sobre o Bloco Amigos do Rio Vermelho

Hoje tem "Grito de Carnaval" no Rio Vermelho

Hoje tem "Grito de Carnaval" no Rio Vermelho O Espaço Calli, no Rio Vermelho, realiza neste sábado ( 31) sábado, a partir das 08h, seu primeiro “Grito de Carnaval”, com show de Vanusa Junqueira e café da manhã. A celebração tem o objetivo de reunir alunos, familiares e colaboradores para uma confraternização em forma de folia e arrecadar alimentos não perecíveis para doação. Os participantes devem vestir roupas verdes ou azuis . O Espaço Calli, além das aulas de pilates, yoga, musculação, fisioterapia estética, hidroterapia e hidroginástica para pessoas de todas as idades, trabalha com a recuperação de quem tem problemas neurológicos e motores, realizando um trabalho que socializa e quebra barreiras entre os seres humanos que se exercitam lá. O Espaço Calli fica na rua Itabuna, 119, Rio Vermelho.

Ao meio-dia tem o bloco Geração Jovem Guarda, comemorando 15 anos. A concentração está marcada para o Bar do Manu.

Definida a segurança para a Festa de Iemanjá

Definida a segurança para a Festa de IemanjáUm esquema de segurança envolvendo 773 policiais militares foi montado pela Polícia Militar da Bahia para a Festa de Iemanjá, que será realizada na segunda-feira, 2 de fevereiro.

A PM dará início às ações de segurança na noite de domingo (1), com o isolamento da área de entrega dos presentes.

Definida a segurança para a Festa de IemanjáNa segunda-feira (2), o policiamento será montado às 6h nas ruas principais do bairro do Rio Vermelho, no entorno imediato da festa, nas estações de transbordo e principais corredores de tráfego.
* O patrulhamento contará com policiais militares da 12ª CIPM,
* Esquadrão de Polícia Montada,
* Esquadrão Águia, Batalhão de Choque,
* Batalhão Especializado no Policiamento de Eventos (BEPE),
* das Operações Apolo e Gêmeos,
* além dos alunos a soldado do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), que atuarão em estágio supervisionado.
No mar

A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) realizará uma série de ações de inspeções navais nas proximidades da praia do Rio Vermelho, a fim de se verificar o cumprimento das normas da Autoridade Marítima em vigor.

No evento, será empregado um efetivo de aproximadamente 50 militares, distribuídos em quatro lanchas, uma moto aquática e um navio-patrulha. O Capitão dos Portos da Bahia, Capitão-de-Mar-e-Guerra Ricardo Silva Pinheiro de Souza, acompanhará o cortejo a bordo da lancha “Itapuã”.
Definida a segurança para a Festa de Iemanjá
A procissão marítima tem previsão de saída às 16h, da Praia de Santana, passando pela Ponta da Sereia. As embarcações navegarão perpendicularmente à costa até atingirem a distância aproximada de 2,5 milhas de praia (cerca de 5 Km), local onde as oferendas serão lançadas ao mar.

Recomendações aos condutores:
a) deverá ser respeitado o perímetro de segurança que será estabelecido pelas lanchas da CPBA em torno das embarcações que transportarão as oferendas para Iemanjá. Durante o deslocamento para o local de lançamento das oferendas, será proibido o tráfego de embarcações no interior do perímetro de segurança;
b) somente poderão participar do cortejo embarcações homologadas para operar em mar aberto ou que estejam com a dotação de material exigido para operar na área de navegação interior tipo 2;
c) a quantidade de pessoas a bordo não deverá ultrapassar ao fixado na lotação, estabelecida no respectivo Título de Inscrição da Embarcação (TIE);
d) as embarcações deverão dispor do material de salvatagem previsto na sua dotação. Especial atenção deve ser dada aos coletes e boias salva-vidas;
e) as embarcações deverão ser conduzidas por pessoas devidamente habilitadas pela Marinha do Brasil e que não tenham ingerido bebidas alcoólicas;
f) nenhuma embarcação deverá se posicionar em rumo oposto ao rumo;
g) deverá ser obedecido o tráfego em baixa velocidade, evitando a realização de manobras arriscadas, que venham a colocar outras embarcações;
h) deverá ser prestado auxílio a quem estiver em perigo no mar, a menos que represente perigo para si ou para outrem;
i) não deverá ser impedido o acesso à praia do Rio Vermelho com as embarcações;
j) os comandantes das embarcações deverão manter permanente atenção quanto à presença de banhistas na área, principalmente nas proximidades da praia. 

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Feira da Cidade no mesmo período da Festa de Iemanjá gera protesto no Rio Vermelho

Feira da Cidade no mesmo período da Festa de Iemanjá gera protesto no Rio Vermelho
Mais uma polêmica se formou no bairro com o anuncio de que a Feira da Cidade será realizada no Rio Vermelho, durante o final de semana, na Rua Fonte do Boi quando acontece também a Festa de Iemanjá. De acordo com uma postagem da jornalista Malu Fontes, em seu Facebook, a Associação de Moradores e Comerciantes da Fonte do Boi não foi consultada sobre o evento e espera uma resposta da prefeitura de Salvador. "Não houve consulta a qualquer morador, a qualquer comerciante e existe uma Associação de Moradores e Comerciantes. Segundo alguns deles, a idealizadora do projeto passou a noite e madrugada de hoje já demarcando os lugares das barracas", escreveu Malu ao questionar ainda qual órgão autorizou a realização na Rua Fonte do Boi.

Quando contatada pelo Bahia Notícias, a coordenadora do projeto, Carla Maciel, afirmou que não poderia falar, pois estava resolvendo uma mudança de local, mas disse que não há confirmação do local onde a feira será instalada. "Temos três possíveis locais. Um deles é a Rua da Paciência. Ainda estamos esperando o aval da prefeitura para definir", explicou sem mais detalhes. O presidente da associação, Jorge Silva, afirmou que uma reunião foi realizada entre a coordenação do projeto e a entidade. No entanto, não foi apresentado nenhum documento que confirmasse a permissão. "A pessoa que conhece a rua sabe que não tem espaço para colocar nada. Não foi feita nenhuma consulta aos moradores para um acordo, para saber como a feira poderia agregar ao que já existe no local", disse. Ele ainda contou que, em setembro de 2014, quando aconteceu o Festival da Primavera no Rio Vermelho, a associação sugeriu que a Feira da Cidade (primeira edição do evento) acontecesse na Rua Fonte do Boi, mas o então secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, que atualmente ocupa a Secretaria de Educação, negou a possibilidade porque atrapalharia a movimentação no espaço. A Feira da Cidade acontecerá neste final de semana e também na segunda-feira (2), quando acontece a festa de Iemanjá no bairro. (Informa o Bahia Noticias)