sexta-feira, 18 de abril de 2014

Fixação por Caramuru

As entidades do Rio Vermelho ligadas a Amarv, não gostaram nem um pouco da informação passada para a Tribuna da Bahia, pelo vereador Claudio Tinoco, informando  que esteve com a presidente da Fundação Mário Leal Ferreira, Tânia Scofied, a quem reivindicou a implantação do memorial Caramuru, e estão preparando uma nota pública ressaltando que já existe um projeto de requalificação do bairro com outras prioridades, amplamente discutido com as entidades, moradores e a prefeitura. Dizem que como o vereador não participou das reuniões, não sabe o que foi acordado. Para essas entidades, Caramuru já está devidamente contemplado com várias homenagens  e não entendem o motivo de tanta fixação por esse personagem, que nem no Rio Vermelho morou, foi na Graça que fixou residência com a sua Catarina, de acordo com registros históricos. Mas parece que no bairro tem algum Caramuru reencarnado porque vira e mexe e esse tema volta à tona. Argumentam as entidades, que se a prefeitura está com tanto recurso disponível, que preste homenagem a outros ilustres  moradores como Pasquale de Chirico, Mário Cravo, Caribé, Jenner Augusto, entre outros, que nunca foram lembrados no bairro.

A greve acabou, mas os rastros da inconsequência ficaram

Depois de dois dias de terror, a cidade contabiliza várias lojas saqueadas, um prejuízo incalculável para o comercio, assaltos, roubos de veículos e vários homicídios ( mais de 40 na Região Metropolitana). Uma greve onde todos perderam, inclusive os policias, porque as conquistas obtidas, aumento da Gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET) dos praças na proporção de 25% para as funções administrativas, 45% para as operacionais, 65% para os motoristas e Regime de Tempo Integral (RTI) para os oficiais,  com atualização da lei,garantia da não punição aos participantes do levante, a revisão do Código de Ética e do plano de cargos e salários, além do que já haviam conseguido,  não justifica em hipótese alguma os transtornos que provocaram na capital baiana, até porque, poderiam ter conseguido esses avanços no processo de negociação que estava em andamento. É inconcebível a greve de uma categoria armada que tem por finalidade proteger a vida da população

. Que as reivindicações dos policias por melhorias são justas, disso ninguém discorda, mas será que a paralisação é a primeira e única forma de luta? Faltou habilidade ao governo para contornar a situação? Certamente, até porque,  não dá para aceitar que uma corporação tão numerosa como a da Policia Militar tenha se deixado levar por uma ou duas lideranças inconsequentes.

De acordo com informações divulgadas no jornal Correio, durante as 36 horas de greve , 25 pessoas foram mortas e outras quatros ficaram feridas em Salvador, segundo o boletim diário de ocorrências da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). Entre as vítimas estão crianças, adolescentes e policiais militares. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, nas últimas 24 horas, houve um aumento superior a 100% no número de agressões físicas por arma de fogo e branca na capital. Na quarta-feira o Samu recebeu chamado de cerca de 64 pessoas baleadas.

O que essa greve conseguiu demostrar de maneira muita clara foi uma marginalidade fortemente armada e uma parcela da população avida para tirar proveito da situação, roubando, saqueando, sem o menor constrangimento. Nas imagens exibidas nos canais de TV e na internet, mulheres, crianças, idosos, carregavam o que podiam das lojas e dos supermercados. Reflexo da pobreza? Resposta ao sistema que está ai? Isso somente pedindo ajuda dos sociólogos para analisar, as variáveis são muitas. O número de elementos flagrados e filmados exibindo armas de fogo na cidade revelaram  um “exercito” clandestino pronto para atacar a qualquer momento. A greve acabou, mas esses são problema que estão ai, visíveis, assustadores e pelo andar da carruagem, sem solução. Mas como diz o Secretário de Segurança Pública da Bahia é preciso ter fé, e a fé não costuma falhar. Que Deus nos proteja!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Homens da Força Nacional chegam a Salvador para reforçar a segurança

Os primeiros homens integrantes da Força Nacional desembarcaram no aeroporto de Salvador no final da
tarde desta quarta-feira (16). Eles vão reforçar a segurança em Salvador e em algumas cidades do interior da Bahia durante o período de greve da Polícia Militar.

Cerca de seis mil homens das Forças Armadas já estão na Bahia, segundo o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. Outros 2.500 vão chegar ao estado nos próximos dias. 

Com a paralisação dos policiais militares baianos, o Governo do Estado solicitou apoio às tropas federais e a presidente assinou o decreto de Garantia da Lei e Ordem, autorizando o emprego das Forças Armadas na Bahia. Com isso, as tropas estão autorizadas a realizar patrulhas, vistorias e prisões em flagrante. 

Ainda segundo o general Racine, a maior parte das tropas ficará em Salvador devido ao grande contigente populacional. Em coletiva de imprensa na tarde desta quarta, o governador Jaques Wagner garantiu que as equipes de apoio vão se descolar para qualquer cidade baiana que necessitar de ajuda.( Informa Agecom)

Leitor do Blog relata sufoco que passou dentro do Extra da Vasco da Gama


Tito que tem uma participação ativa neste Blog, comentando as postagens e propondo soluções para alguns
dos muitos problemas do bairro,  relata o sufoco que passou na Extra da Vasco da Gama. Ele é mais um morador de  Salvador que sentiu na própria pele a insegurança que toma conta da cidade nestes dias de greve da Polícia Militar.

"Estava na fila dos caixas e de repente começaram a quebrar garrafas de vidros nas prateleiras e gritos estrondosos se ouviram causando pânico. O quebra quebra iniciou-se as 14:30 horas, aproximadamente, e durou apenas 30 minutos de terror geral.

Os clientes e idosos, coitados, abandonaram as filas e foi um horror.

Dezenas de bandidos entraram no supermercado, pegaram os carrinhos e encheram de mercadorias e saíram sem serem molestados pelos raros seguranças.

Assim que eu paguei as minhas compras e saí, o supermercado baixou as portas e fechou. Vergonha para o Estado (Brasil). É assim que eles querem que o PIB cresça."

Greve da PM: Reforço federal chega para garantir a ordem no Estado

O clima na cidade já é suficientemente tenso não tem necessidade de aumentar com a divulgação de boatarias .É preciso muita calma nessa hora, o recomendável é que as pessoas que puderem fiquem em casa enquanto a situação não se normaliza. De acordo informações do governo do Estado, cerca de 5 mil homens da Força Nacional e do Exército já chegaram a Salvador, devem começar a atuar na Bahia a partir das 17h . Solicitados pelo governador Jaques Wagner, os servidores federais substituirão os policiais militares do estado que estão em greve  e serão liderados pelo comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. Ao contrário da greve passada, o governo dessa vez  ágio com mais rapidez na solicitação de reforço federal. 

terça-feira, 15 de abril de 2014

Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé

 Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé  Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé  Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé Após a decretação de greve dos policiais militares, na noite desta terça-feira (16), o secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, orientou, em coletiva no Centro Administrativo da Bahia, que a população “toque as suas vidas” e afirmou que agora pretende “aguardar” a continuidade do movimento para avaliar a adesão da categoria. “A orientação é nós tocarmos as nossas vidas. Estamos passando por um processo de negociação. Nós temos que entender o tamanho e a extensão do movimento paredista para ver se teve ou não a adesão que foi falada. Então é momento de aguardar. Vamos tocar nossas vidas e ter fé de que nós vamos conseguir resolver isso o mais rápido possível”, disse. “Da nossa parte, nós tínhamos atendido a tudo aquilo que foi colocado, prometendo até revisar tudo aquilo que o governo já tinha proposto no Grupo de Trabalho", esclareceu. Conforme o titular da SSP, com a deflagração da paralisação por tempo indeterminado, o governador Jaques Wagner já acionou os meios legais para decretação da Garantia da Lei e da Ordem, a fim de trazer ao estado as Forças Nacionais de Segurança. Barbosa também espera que os policiais mantenham o efetivo de 30% em atuação, conforme determinação constitucional. “É a nossa intenção, até porque não é permitida a greve das forças policiais. Isso já está até sacramentado pelo Supremo Tribunal Federal”, lembrou. Ao ser questionado, o secretário evitou comentar se a greve, liderada pelo vereador Marco Prisco (PSDB), tem alguma motivação política. “Não vou entrar nesse quesito, até porque isso não compete a mim. A mim, como secretário de Segurança, como responsável pela segurança pública do nosso estado, eu tenho que procurar o que é melhor para nosso policial e nossa população. Agora cada um tem que responder por si”, esquivou-se. (Informa Bahia Notícias)

Confira os pontos da negociação.

Conselho Municipal discute casos de dengue em Salvador

Os números de casos da dengue na Bahia vem crescendo diariamente. Salvador está entre as cidades com maior número deles. Somente este ano já foram notificados 2.504 casos de dengue na Bahia. De acordo com o levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), do total de municípios baianos, 199 (47,7%) notificaram a doença, com destaque para Salvador (729). Em Salvador, houve um aumento de 63% de notificações de casos de dengue. Desse total,613 casos foram identificados como suspeitos, 100 (16%) foram confirmados como dengue clássica. Entre os distritos sanitários com maior número de casos destacam-se Cabula/Beiru, Boca do Rio e Barra/Rio Vermelho.
Conselho Municipal discute casos de dengue em Salvador
Contudo, o Conselho Municipal de Saúde vai realizar nesta quarta-feira (16), às 14h, no Centro de Cultura da Câmara de Vereadores, uma audiência pública para discutir a situação em Salvador. Além disso será discutida a organização do Centro de Controle de Zoonoses. Já foram convidados, os secretários da Saúde do estado e município, Vigilância Sanitária e Fio Cruz.

Para o presidente do conselho, Marcos Sampaio, a maior dificuldade está nas questões estruturais e financeiras do centro. Para atender a população soteropolitana, de 3 milhões de habitantes, apenas 1.750 agentes de endemias realizam o trabalho de fiscalização. "O centro está sucateado, com numero insuficiente de profissionais. Falta recursos para reestruturar e contratar mais profissionais". Para o presidente é necessário cerca de cinco mil profissionais para tentar combater o avanço da dengue no município.( Com informação da assessoria)

SERVIÇO:
O QUE: Audiência pública para discutir situação da dengue em Salvador
QUANDO: 16 de abril, às 14h
ONDE: Centro Cultural Câmara de Vereadores

Divergência na negociação dos Políciais Militares da Bahia com o governo do Estado

Em vídeo divulgado pelas redes sociais Prisco esclarece pontos divergentes da negociação com o Estado da Bahia e marca para hoje dia 15/04/2014 uma assembleia geral com os Policias Militares da Bahia no Wet’n Wild às 15h. Confira o vídeo abaixo e aproveite para conhecer o canal do Blog do Rio Vermelho no Youtube.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Morador cobra presença da Transalvador no bairro

Morador cobra presença da Transalvador no bairro Por Luiz Fernando

O que está acontecendo no nosso bairro?

Absurdos vêm acontecendo nos arredores da UNIFACS, Av Juracy Magalhães Júnior, Rua Potiguares, Rua Vieira Lopes, Parque Cruz Aguiar, etc... Veículos estacionados em ponte, sobre as calçadas, em locais onde existe sinalização proibitiva, em portas de garagens, etc... Não bastasse, entramos diuturnamente em contato com a TRANSALVADOR que, não sei por qual motivo, nada faz. O que teremos que fazer para resolvermos este problema? A quem devemos pedir? Pedir!? Não! Exigir que cumpram a função para a qual são contratados. TRANSALVADOR, abre o olho...

Cruzamento perigoso

Com o grande fluxo de carros que descem da ladeira da Almirante Barroso e com os veículos que pegam o sentido Garibaldi, vindo de todas as direções e muitas vezes em alta velocidade, esse cruzamento da Rua da Paciência ficou muito perigoso, inclusive para os pedestres que precisam atravessar a rua.

Cruzamento perigoso